Categories: Saúde

Passo a passo para dares sangue e fazeres a diferença

Junho 14, 2023

Passo a passo para dares sangue e fazeres a diferença

 O sangue – como a água – é vida. No Dia Mundial do Dador de Sangue relembramos a importância do ato de dar sangue – destacando a necessidade contínua do mesmo, assim como o seu impacto no salvamento de vidas. Mas – como o posso fazer? Deixamos-te o passo a passo.

Dar sangue é crucial. É um ato de empatia e bondade, de responsabilidade e diz respeito a uma ação que se torna vital uma vez que o sangue é essencial em situações de emergência, cirurgias, tratamento de pacientes doenças graves e crónicas. Para além disso, o sangue não pode ser fabricado artificialmente – o que torna a doação voluntária vital para a saúde pública.

Desta forma, fomos perceber algumas questões básicas que podemos ter relativamente à doação de sangue.

 

Que benefícios têm os dadores?

Dar sangue é uma maneira significativa de fazer a diferença nas vidas das pessoas. Para além desta ajuda preciosa e da conexão que tens com a comunidade – este ato pode trazer-te vários benefícios. Partilhamos alguns:

– Estímulo da produção de sangue: depois de dares sangue, o teu corpo começa a produzir novas células sanguíneas para substituir as retiradas. Isso estimula a medula óssea a produzir sangue novo, o que, por sua vez, pode melhorar a saúde do sistema circulatório.

– Exames de saúde gratuitos: para dares sangue tens de fazer alguns exames e verificar alguns fatores de saúde. Isso dá-te a oportunidade de identificar possíveis condições médicas subjacentes e teres um update sobre a tua saúde.

– Análise ao sangue: todo o sangue doado é testado para várias doenças infecciosas. Portanto, este ato podeajudar-te a identificar caso sejas portador de alguma delas.

– Melhora a saúde cardiovascular: estudos recentes têm mostrado que a doação de sangue regular pode estar associada a uma diminuição de risco de doenças cardiovasculares.

– Renovação do sangue: quando dás sangue há uma renovação do sistema circulatório – dando-se a remoção de toxinas e substâncias indesejadas do corpo – o que tem um impacto positivo na saúde e no bem-estar em geral.

Quais os requisitos para dar sangue?

Já deves ter ouvido alguém dizer que não pode dar sangue por ter peso a menos, por ter feito uma tatuagem recentemente ou por outro motivo qualquer. Então, quem pode dar sangue é a pergunta que se impõe.

Em Portugal, os requisitos básicos para dar sangue são:

– Idade: por norma, os dadores devem ter idade compreendida entre 18 e 65 anos.

– Peso: o dador deve ter um peso mínimo de 50 kg.

– Saúde: um dador não pode ser portador doenças infeciosas no momento da colheita – de forma a que o sangue não seja comprometido.

– Tatuagens e piercings: se tiveres uma tatuagem ou um piercing, é geralmente necessário aguardar por um período de 4 meses após a realização dos mesmos para dar sangue.

– Comportamentos de risco: é fundamental que quem dá sangue não tenha tido comportamentos de risco que possam aumentar a probabilidade de infeção por doenças transmitidas pelo sangue, como HIV, hepatite, sífilis, entre outras. Desta forma, é feita uma avaliação pré-doação que inclui perguntas sobre histórico médico e comportamentos de risco.

Intervalo entre as doações

Em Portugal é recomendado que os homens doem sangue a cada 3 meses e as mulheres a cada 4 meses, respeitando um intervalo mínimo de 60 dias entre cada doação.

Cuida de ti para cuidares dos outros

Os passos a seguir

Vamos lá – então que já percebeste como funciona a coisa de forma geral, como podes avançar?

  • Verifica se preenches todos os requisitos.
  • Encontra um centro de doação de sangue: existem vários centros e serviços de sangue em todo o país. O Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST) é a entidade responsável pela gestão do mesmo em Portugal. Podes verificar a lista de locais de doaçã, aqui.
  • Telefona para colocares as tuas questões e/ou agendara tua visita: normalmente, é recomendado fazer uma marcação prévia para dar sangue, embora alguns locais aceitem doações espontâneas.
  • Prepara-te para a doação: no dia anterior e no próprio dia
  • Certifica-te que levas contigo o teu documento de identificação.

Como me posso preparar da melhor forma?

No dia anterior e no próprio dia, há três coisas que são fundamentais:

DESCANÇO

No dia anterior, descansa bastante. Tenta ter um dia relaxado, cuidares de ti e concretizares as tuas tarefas de forma mais slow.

No próprio dia, lembra-te de, depois da doação, fazeres o mesmo. Nada de esforços ou de atividade física de impacto ou de alto rendimento. Se corres, neste dia, caminha. Toma o teu tempo, e cuida de ti.

HIDRATAÇÃO

A hidratação – quer em quantidade, quer no tipo da água que vais beber – antes da doação é extremamente importante porque várias razões:

– Aumento do volume de sangue: a hidratação adequada ajuda a manter um volume sanguíneo adequado.

– Facilitação da localização de veias

– Melhoria do fluxo sanguíneo: a água é um componente essencial do sangue e ajuda a manter o seu fluxo adequado.

– Prevenção de tonturas e desmaios: a desidratação pode causar tonturas, fraqueza e até mesmo desmaios. A hidratação adequada ajuda a prevenir esses efeitos indesejáveis.

– Recuperação mais rápida: depois de dar sangue, é importante que o corpo recupere adequadamente. A hidratação adequada ajuda na reposição de líquidos perdidos.

Recomenda-se que se beba bastante água nas 24 horas anteriores à doação de sangue. Uma água alcalina e ionizada, como a da VOA, consegue hidratar-te em profundidade enquanto dá ao teu corpo uma série de minerais fundamentais para o teu bem estar.

ALIMENTAÇÃO

Uma alimentação cuidada – antes da doação – faz maravilhas. É importante teres uma refeição balanceada e nutritiva. Isso inclui alimentos ricos em ferro, além de algumas fontes de carboidratos complexos, como grãos integrais e frutas. Evita alimentos gordurosos ou pesados, que podem dificultar a digestão e causar desconforto durante a doação.

No dia, vais passar por:

  • Triagem médica: para garantir que estás pronto/a para a colheita.
  • Colheita de sangue: após a triagem, caso sejas considerado/a elegível, a colheita de sangue érealizada, sendo que o processo leva cerca de 10 a 15 minutos.
  • Após a doação: depois de dares sangue, é recomendado descansares por alguns minutos e continuares com a tua hidratação. Evite atividades físicas intensas neste dia.

Neste Dia Mundial do Dador de Sangue, somos lembrados da importância e responsabilidade de darmossangue para salvar vidas.

Cada doação é uma oportunidade de fazer a diferença e oferecer esperança a todos os que precisam.